5 ideias de artesanato para fazer e vender

Se você gosta de artesanato mas não sabe o que fazer para começar a vender, então a dica de hoje é perfeita para você mulher! O curso online 5 produtos artesanais para fazer e vender traz 5 ideias lindas, fáceis de fazer e vender. Além de te ensinar a confeccionar as peças, o curso ensina também como você faz para vender pela internet, sem sair de casa, e aumentar a renda familiar.

Esta é uma boa alternativa para quem precisa ganhar dinheiro extra mas não quer trabalhar fora de casa por algum motivo. Com as redes sociais, é possível vender qualquer coisa pela internet, inclusive artesanato, e sem gastar muito dinheiro com isso. Hoje, só não ganha dinheiro quem não quer! Estar em casa não é motivo para ficar parada, não é mesmo?

 

Nesse curso terá acesso imediato a:
5 Vídeos passo a passo para você aprender como confeccionar os produtos
5 Moldes para baixar e utilizar na criação de seus produtos
1 Vídeo que te ensina a criar um anuncio no Facebook
1 Vídeo que te ensina uma estratégia para vender no Facebook

O curso é completo e muito bem estruturado, com toda a qualidade do ateliê Fio de Vento.

Clique aqui e conheça mais sobre esse curso.


O que uma mulher desempregada pode fazer em casa para ganhar dinheiro?

As mulheres querem hoje e precisam muito de alguma fonte de renda. Precisam ajudar no orçamento familiar ou não depender de ninguém financeiramente. Mas muitas dessas mulheres não sabem como conquistar a sua independência financeira, não têm ideia de como conseguir fazer dinheiro. Nesse post vou dar algumas dicas de como você, mulher, pode complementar a renda familiar e ganhar seu próprio dinheiro.

Faça o que você ama

O ponto de partida para quem quer começar a trabalhar é ver o que você gosta de fazer. Nada de trabalhar apenas para o dinheiro! Isso não dá certo! É preciso trabalhar por paixão, fazer o que se ama e consequentemente o dinheiro e o sucesso virão até você! Nada mais chato do que ter que sair da cama sem ter vontade para fazer um trabalho de que não gosta. Mude isso já! Escolha algo que te dê prazer e trabalhe todos os dias com alegria! Quando você ama o que faz tem mais chances de ter êxito na carreira. Identifique então o que você gosta de fazer: é fazer comida?Limpar a casa? Mexer com roupas? Com animais? Essa é a primeira pergunta que você deve se fazer.

Ganhar Dinheiro Mulher

Pesquise o que você pode fazer

Depois que identificou qual sua área, é hora de fazer uma pesquisa e ver dentro daquilo que escolheu o que é mais viável para você. Isto porque dentro de uma área há uma possibilidade grande de opções de serviços. Faça mais perguntas à você mesma: quantas horas você poderá se dedicar à isso? Pretende trabalhar em casa ou fora de casa? Terá que ter um espaço exclusivo? Esse mercado tem espaço para mim? Vou ter que investir muito dinheiro no início? Use a internet para fazer uma pesquisa minuciosa, conhecer concorrentes e saber quais os desafios dessa profissão.

Veja abaixo algumas ideias de serviços que você pode começar a fazer por área:

Moda

  • Vender vestidos de porta em porta
  • Lavar e passar roupas
  • Fazer bijuterias
  • Dar consultoria de moda
  • Reforma e customização de roupas
  • Fazer bolsas e ecobags de tecido
  • Vender lingerie de catálogo

Animais

  • Levar para passear
  • Fazer banho e tosa
  • Hospedar na sua casa
  • Fazer roupinhas pet
  • Fazer caminhas e casinhas pet

Comidas

  • Fazer marmitas
  • Fazer doces fits
  • Vender sucos detox
  • Vender bolos caseiros
  • Fazer brigadeiro gourmet

Além dessas categorias, ela também pode ganhar dinheiro pela internet. Já dei algumas dicas nesse post aqui.

Comece com pouco

Tem gente que não começa a se mexer porque acha que não tem dinheiro e condições para começar um negócio. Mas a questão é que você não deve começar grande. Você deve começar pequeno, aos poucos, investindo pouco dinheiro e vendo como é o retorno das pessoas e o retorno financeiro. À medida que você vai crescendo, você vai investindo mais.

Não gaste tudo!

Uma coisa importante a se falar é um erro comum das pessoas. Quando o dinheiro começa a entrar, elas começam a gastar tudo e não é assim que a coisa funciona. Você deve usar o dinheiro que ganhou para reinvestir no seu negócio, pelo menos no começo, quando você precisa se estruturar. Se isto não é possível, pelo menos, use apenas 50% para suas despesas e 50% para reinvestir no negócio.

Bom, essas foram apenas algumas ideias e dicas do que você pode fazer para ganhar um dinheiro extra. Não fique parada, mulher! Escolha já algo para fazer e mude a sua condição financeira! Tudo depende de você! Boa sorte e sucesso!

 


Segundo semestre: analise suas finanças e programe-se para 2017

por Dora Ramos

Ainda que o endividamento das famílias tenha recuado de 59,6% em abril para 58,7% em maio, o primeiro semestre não foi nada fácil para grande parte da população. Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC) mostrou que do total das famílias brasileiras, 23,5% têm mais da metade da renda mensal comprometida com o pagamento de dívidas.

Mesmo que você não se enquadre nesse cenário, agora é o momento certo para todos analisarem e organizarem as finanças a fim de ter um segundo semestre mais tranquilo. Afinal, 2017 chegará num piscar de olhos e acredito que ninguém queira iniciar um novo ano cheio de dívidas e sem perspectivas de melhoria.

O balanço financeiro pode ser feito por meio de uma planilha que contenha os principais gastos obtidos desde o início do ano. Dessa forma, deve ser analisado quanto de bens supérfluos você adquiriu para não repetir a dose no segundo semestre. Outra dica é que, para as dívidas contraídas em longo prazo – especialmente em cheques, carnês e cartões de crédito -, recomenda-se a checagem do prazo de vencimento dos débitos, evitando ao máximo que fiquem contas para os últimos meses e, de maneira alguma, para o próximo ano.

É importante também tentar criar um fundo para as despesas de início de ano, já que daqui seis meses chegam os impostos e contas como IPVA, IPTU, rematrícula e material escolar. Essa é uma boa alternativa para quem não quer desembolsar uma alta quantia de uma só vez ou então assumir parcelas de longo prazo.

Entrar em situação de endividamento é algo que tira o sono de qualquer pessoa, por isso, o mais indicado é que se tenha bom senso, sem se deixar levar por atos impensados. É preciso olhar para a atual conjuntura econômica com uma visão mais analítica, comprar de forma mais consciente e diminuir gastos desnecessários.

Para evitar complicações financeiras, é fundamental que os consumidores menos prevenidos se programem, mantenham o foco em gastos realmente imprescindíveis e evitem, desse modo, o acúmulo de dívidas para o final de ano, época que sempre queremos um dinheiro extra para gastar. Afinal, manter as contas em dia e o nome limpo é um fator importantíssimo para encerrar 2016 com tranquilidade e de bem com a vida!

Dora Ramos é educadora financeira e diretora da Fharos Contabilidade & Gestão Empresarial – www.fharos.com.br